Política

Justiça Do DF Acaba Com Falsas Acusações Contra Ex-Deputada Sandra Faraj

Recibos carimbados e assinados pela empresa provam pagamentos por serviços

Justiça do DF inocenta Sandra Faraj em caso sobre verba indenizatória
Foto: Facebook

O Tribunal de Justiça do DF, demorou, mas não faltou, para a ex-deputada distrital Sandra Faraj, de Brasília. A Justiça concluiu serem falsas as acusações de uma empresa de assessoria em comunicação sobre suposto “calote”. Ela foi a vítima. Articulada na mídia, a empresa transformou veículos de comunicação em cobradores de uma dívida que a Justiça concluiu agora ser falsa. A campanha atingiu níveis de crueldade e covardia quando ela estava no auge de uma gravidez difícil, com o marido no exterior, a trabalho. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A ex-deputada contava também com a má vontade dos “cobradores” em razão do fato de ser evangélica e politicamente conservadora.

Sandra mostrou os recibos de pagamento carimbados e assinados, mas foi inútil. Diziam que eram “notas frias”. Até pediram sua cassação.

Apesar das vitórias em duas instâncias, os ataques reiterados cobraram um alto preço: ela não foi reeleita.

Veja a decisão do TJ-DF:

2020.6.18-Acórdão

Referência: [1]