PARTO NORMAL OU CESÁRIA????

Posted on 02/11/2017Comentários desativados em PARTO NORMAL OU CESÁRIA????

Quando me perguntavam como esperava que fosse meu parto, sempre respondia: “Quero muito que seja normal!” Algumas pessoas achavam loucura, pelo fato de já estar na casa dos 40 (rsrsrs). Outras, com experiências negativas com trabalho de parto, também criticavam: “Sandra, vc é doida! não imagina o que é a dor, o quanto a gente sofre!” Mas, juro, nada disto me abalava…minha mãe teve filhos naturalmente, minha irmã tb, por que eu não conseguiria suportar a TAL DOR DO PARTO???

Sempre fui muito resistente a dor. Na gravidez mesmo, já com sete meses, cheguei a ficar no plenário por sete horas para apreciação de um projeto bem polêmico…a dor nas costas, o peso nos ombros (tenho Bursite) e as pernas inchadas e latejando…nada me impediu de continuar meu trabalho. Por que uma dor de parto, me impediria de ter meu bebê??? eu estava preparada…

A maternidade para mim sempre foi algo INTENSAMENTE desejado e, eu realmente, queria que fosse tudo bem natural…

Até que o dia esperado chegou, Benjamin já tinha completado o período da gestação…era 7 de setembro de 2017. Finalmente, teria meu bebê e o desejo era de que ele nascesse naturalmente.

Meu marido já estava em Brasília. Meu cunhado, o obstetra que acompanharia o parto também já havia desembarcado do Rio de Janeiro com sua equipe (a esposa Roberta, também obstetra; e a anestesista, Dra. Raquel). O Fadi, meu irmazão e titio coruja, também já estava preparado para registrar tudo em vídeo e com fotos…

Então, às 9h, eu e minha família nos internamos no Hospital Santa Lúcia…Ao chegar lá, fizemos mais uma ecografia…Benjamin estava encaixado e tudo sinalizava para um parto normal e tranquilo. Como não tinha entrado em trabalho de parto, optei pela INDUÇÃO ELETIVA (um conjunto de técnicas específicas que têm como objetivo iniciar ou acelerar o trabalho de parto, podendo passar pela administração de hormônios sintéticos ou pela utilização de técnicas mecânicas como a ruptura artificial de membranas)

As contrações se intensificavam, e a dor também. Passamos a tarde nisto. Mas, a dilação não evoluía…Foi aí que o Alex (meu cunhado) cortou o meu barato de parto normal. Ele disse: “Sandra, não dá. Não vamos arriscar. Agora é melhor a cesariana!” Eu sem muita opção, topei.

O Júnior ficou amarelo, estava preocupado, apesar de ficar disfarçando tranquilidade. Começaram a me preparar para o centro cirúrgico…pensei que meu marido não suportaria acompanhar a cirurgia (ele tem certa fobia de sangue e cortes) Mas na hora H, ele não falhou…ficou lá o tempo todo. O tio Fadi também foi para o centro cirúrgico com a gente.

Sabe quando um flash de memórias passa pela sua mente em 1 min…Foi o que aconteceu com a minha cabeça. Comecei a orar bastante e apertar a mão do meu maridão… Logo, a dra. RAQUEL me aplicou os anestésicos e a peridural. Começaram a conversar e a cirurgia se iniciou…

Quem já passou por uma cesariana sabe como funciona…de repente, te anunciam o nascimento e o bebê chora…É muita emoção! Tanta que, no meu caso, tive uma “crise de choro”. Não conseguia parar de chorar…ver meu filhote tão saudável e lindo era pra mim o melhor dos milagres da minha vida!!!! A Graça de Deus estava presente ali e o Espírito Santo me enchia de alegria, tanta que não me contive.

O Sílvio Alex (meu cunhado), preocupado, me deu um sedativo…Apaguei. E quando, voltei do sono profundo, o Benjamin já tinha tomado banho, passado pelas avaliações médica e, queria mamar…na verdade, queria a mamãe (rsrsrs).

Foi assim que tive o parto mais NORMAL do mundo. O parto perfeito para mim naquele momento…

Hoje, se me perguntarem sobre como pretendo ter meu segundo filhote (rsrsrsrs e por que não?), responderei: NORMAL OU CESARIANA, O MELHOR PARA MEU FILHO!

Sandra Faraj